A ansiedade pode atrapalhar na hora de engravidar

October 23, 2016

Considerando um casal fértil com até 35 anos de idade, que mantém relações sexuais frequentes e sem uso de nenhum método anticoncepcional, as chances de engravidar são de cerca de 20% a 25% em cada ciclo menstrual, sendo que 85% dos casais conseguem engravidar no primeiro ano e 8% no segundo ano. O percentual restante, cerca de 7% dos casais, demora um pouco mais para engravidar e um acompanhamento médico pode ser necessário. Em casais com idade superior a 35 anos é aconselhado o acompanhamento médico a partir dos 6 meses de tentativas para, através de exames, verificar a fertilidade do homem e da mulher.

 

Vale lembrar que esses números são estatísticos e engravidar não é matemática ou tarefa fácil. Além de manter relações sexuais no período fértil da mulher, o casal tentante pode até perder a naturalidade do relacionamento e as emoções negativas, como a ansiedade, complicam a ovulação, fecundação e implantação.

 

 

 

Entendendo o efeito da ansiedade no corpo da mulher

A ansiedade pode causar um desequilíbrio hormonal, que chega até mesmo a desencadear ciclos menstruais irregulares em mulheres que até então tinham ciclos regulares, resultando até mesmo na inibição da ovulação.
A ansiedade também aumenta a produção da epinefrina (adrenalina) que além de dificultar a fecundação por deixar o corpo feminino tenso e dificultar a locomoção dos espermatozoides, também estimula a produção de oxitocina que provoca a contração uterina, ou seja, se o óvulo for fecundado ele poderá ter dificuldades para se fixar no útero e que tentará expelir esse corpo (o óvulo) constantemente.
Algumas mulheres chegam a apresentar os primeiros sintomas da gestação, tais como enjoos, cansaço, dor nos seios e até mesmo atraso menstrual, porém logo depois a menstruação desce normalmente. Provavelmente a maioria dessas mulheres estava grávida e expeliu o óvulo naturalmente sem ao menos saber deste início de gestação, e a ansiedade é a principal causa desse acontecimento.
Uma pesquisa realizada em Oxford com 247 mulheres com idade entre 18 e 40 anos constatou que as que possuíam elevados níveis de epinefrina (adrenalina) tiveram 12% menos chance de engravidar em seu período fértil do que as mulheres com baixos níveis deste hormônio.
Outro fator complicador da ansiedade é que o casal fica mais estressado, causando diminuição da libido e, consequentemente, da frequência de relações sexuais.

Entendendo o efeito da ansiedade no corpo do homem

A ansiedade pode causar desequilíbrio hormonal no homem, provocando alterações na concentração, morfologia e habilidade de locomoção dos espermatozoides.
Outro complicador da ansiedade e estresse é que pode causar a disfunção erétil e problemas na ejaculação, além da diminuição da libido.

Dicas para aumentar a chances de engravidar:

– mantenha relações no período fértil

A ovulação da mulher com ciclo regular de 28 dias geralmente ocorre no 14º dia, contando a partir do primeiro dia da menstruação. O período fértil compreende, inclusive, os 3 dias que antecedem a ovulação e 3 dias depois, ou seja, entre o 11º e 17º dia depois do primeiro dia da menstruação. Como nem todas as mulheres ovulam no mesmo intervalo existem outras formas de descobrir se ela está ovulando, porém se apegar a essa informação para manter relações sexuais poderá causar ansiedade.

– mantenha relações sexuais em dias alternados

Durante o período fértil, tente manter relações sexuais em dias alternados. Apesar do óvulo sobreviver por cerca de 24 horas, a vida do espermatozoide é bem mais longa, chegando até 5 dias. Alternando os dias das relações o homem terá mais tempo para produzir espermatozoides em maior quantidade e melhor qualidade, aumentando as chances da fecundação.

– invista nas carícias

Ao manter relação somente para engravidar a mulher não relaxa e a ansiedade nesta hora pode liberar ainda mais epinefrina (adrenalina) dificultando a fecundação do óvulo. A melhor forma é investir nos carinhos, preliminares e se deixar levar pelo momento. Ao chegar ao clímax a mulher ficará mais relaxada e seu corpo mais preparado para receber os espermatozoides para a fecundação.

– mantenha a ansiedade sobre controle

Marque uma consulta com um médico obstetra ou especialista em fertilidade para que o casal possa expor suas duvidas e angústias. Certamente o médico poderá esclarecer muitos dos mitos sobre fertilidade e gestação, trazendo mais tranquilidade ao casal.
Atividade física também é uma ótima aliada, pois libera endorfina trazendo tranquilidade e bem estar ao casal.

– mantenha dieta e hábitos saudáveis

O tabaco e álcool são inimigos conhecidos e declarados da fertilidade do homem e da mulher, portanto mantenha distância inclusive de pessoas fumando.
As drogas naturais e sintéticas, como maconha e anabolizantes, também prejudicam e muito a fertilidade do homem e da mulher. Mantenha distância.
Uma dieta equilibrada é importante para um corpo saudável e fértil. Corpos muito magros ou obesos também atrapalham a fertilidade do homem e da mulher, além de trazer várias complicações na gestação.
Leia mais sobre alimentos que podem ajudar na fertilidade da mulher
Leia mais sobre alimentos que podem ajudar na fertilidade do homem

– fale com o seu médico

Somente um médico poderá avaliar se o casal possui algum problema de fertilidade e qual o melhor método de tratamento para que consigam engravidar. Desta forma o casal poderá, havendo necessidade, precocemente se tratar e evitar as tentativas frustradas. A mulher, desde a menarca (primeira menstruação) deve se consultar com um médico ginecologista anualmente.

Please reload

Posts Em Destaque

Arritmia Cardíaca

January 16, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes

January 16, 2018

November 17, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags